foi adicionado ao seu carrinho de compras.

Carrinho

Ligado ao chakra básico

Falar do corpo físico é bem mais simples do que dos demais e por isso esse artigo será curtinho. É ele que podemos ver, tocar, sentir cheirar. Fica fácil para todos nós comprovar a sua existência sem nem sequer questioná-la. A grande verdade é que ele é o único estudado e relativamente conhecido pela ciência oficial ocidental.

É a nossa carcaça de carne, o instrumento para manifestação, experimentação e aprendizagem no mundo físico, o suporte material do espírito encarnado e mil outras definições que poderíamos encontrar.

Podemos dizer que ele se constitui de compostos químicos habilmente manipulados pelo fenômeno chamado vida. Um instrumento de suporte passivo, recebendo a ação dos elementos anímico-espirituais, originários do próprio planeta.

Ele é pesado e quase incômodo. Quem já vivenciou desdobramentos conscientes sabe sobre o que estou falando. A sensação de leveza quando nos desprendemos do corpo físico é automática.

No corpo físico somatizam-se os impulsos desarmônicos oriundos dos demais corpos, níveis ou subníveis da consciência, em forma de doenças, desajustes ou desarmonias, que são simples efeitos e não causa. Algumas doenças (para não dizer todas) começam a ser geradas nos demais corpos para, somente mais tarde, se manifestarem no corpo físico. Logo, tratar algo no físico tem reflexo direto nos outros, mas é possível evitar alguma enfermidade cuidando dos corpos que não vemos…

Como já abordamos por aqui, ao morrer, abandonamos o corpo físico e nos transferimos, por algum tempo, para o corpo etérico.

Redação

Quem escreveu Redação

Mais posts de Redação

Faça seu comentário abaixo!

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.