fbpx

Há sinais de que o mundo está mudando?

algo grandioso mundo

Sim. E a maior transformação é a dos nossos paradigmas e da forma como vemos as coisas.

Eu tenho uma tendência ao entusiasmo futurístico. Olho para o futuro e vejo que estamos caminhando. Claro que somos bombardeados por manchetes negativas da imprensa ou pessimismo enraizado e tendemos a achar que não estamos mudando.  Mas isso é muito mais uma expressão de ansiedade do que efetivamente uma questão real.

Existem coisas grandiosas acontecendo no mundo. Pense nos últimos 100 anos: a evolução da medicina; a comunicação por satélite; até o modelo industrial, do fordismo, hoje temos muitas coisas boas em função dele; as tecnologias de energia limpa que exploram o sol e o vento.

Sim, tem muito a melhorar, mas já existem sinais. E essa é a maior transformação, a dos nossos paradigmas, da nossa forma de ver as coisas. Trouxe um texto do meu amigo Gustavo Tanaka, um cara que admiro muito, que já deu aula no Círculo e palestrou no Congresso ano passado. Ele apontou oito coisas que estão mudando no mundo e vou comentá-las a partir da minha percepção:

O título é: Há algo de grandioso acontecendo no mundo

  1. Ninguém aguenta mais o modelo de emprego

Isso é uma realidade. Nosso modelo de educação foi construído para formar profissionais e não para formar seres humanos. Por excesso de profissionalismo, sentimos falta de ser humano. Começamos a procurar algo que não sabemos, nosso propósito, encontrar esse eixo, algo que faça sentido. Precisamos começar a pensar na educação do nosso ser integral. Senão vamos colapsar no trabalho sempre!

Recebemos uma educação que foca em “vai estudar para ser alguém na vida” como se “ser alguém” fosse sinônimo de ganhar dinheiro em um trabalho estável. Ser alguém é mais do que desempenhar uma boa tarefa.

  1. O modelo do empreendedorismo também está mudando

Startups explodindo, empresas de garagem, de faculdade. Mas precisa de dinheiro. E daí vem a grana do investidor. Só que o objetivo do investidor é ganhar dinheiro. E o empreendedor começa a perceber que isso corrompe. Ele não trabalha mais pelo sonho, mas para pagar o investidor.

No momento em que precisamos de dinheiro,  precisamos nos comprometer com quem tem a grana. O dinheiro é uma energia de movimento concentrada no tempo. Empreender com propósito nos dias de hoje é sinônimo de ser incorruptível, de demorar mais para conseguir sobreviver e não se submeter ao paradigma antigo.

Cada vez mais vejo o que Chico Xavier falava: que teremos cada vez mais oportunidade de desenvolver a educação mental.

  1. O surgimento da colaboração

Esse conceito, para mim, é uma semente fundamental do novo mundo. Finalmente estamos superando a mentira de que só os mais fortes sobrevivem.

Nossa ciência ainda é uma lanterninha em meio à floresta amazônica na calada da noite. O que conseguimos tatear da compressão da realidade é muito pequeno para ser tomado como verdade absoluta.

A Psicologia Positiva, a partir da metodologia de pontos fortes, já nos leva a um grau muito mais elevado de qualidade porque aporta o que temos de melhor a partir de seu senso de pertencimento.

  1. Estamos começando finalmente a entender o que é a internet

A internet é uma expressão clara do princípio de correspondência. Uma reflexo do plano mental e espiritual que já está em rede.

  1. A queda do consumismo desenfreado

Finalmente, estamos vendo a noção de sustentabilidade chegar à consciência do individuo! E também a consciência da suficiência. Como é leve viver com menos. Não estou fazendo apologia à pobreza, mas à suficiência.

Não precisamos usar um tipo de roupa ou marca para parecer mais para ninguém!

  1. Alimentação saudável e orgânica

Outro movimento maravilhoso. É o reverso da industrialização, porque isso destruiu nossa saúde. E até as grandes marcas estão fazendo esses movimentos, com produtos orgânicos, veganos.  Isso não era pauta da década de 50.

  1. Despertar da espiritualidade

Eu resumo essa ideia como o desvincular da espiritualidade da religião. Estamos libertando, dessacralizando. Passamos a entender que espiritualidade é um aspecto da dimensão humana que tem expressão física, orgânica e mental. Praticar espiritualidade não é praticar uma religião.

Pesquisas globais do World Religion Population mostram que o grupo que mais vai crescer até 2050 é o de “pessoas não filiadas à religião”, será 1.2 bilhão de seres humanos, que, necessariamente, não são ateus.

Eu e o Círculo fazemos parte desse movimento. Somos livres pensadores espiritualizados.

  1. Movimentos de desescolarização

Muita gente fazendo o movimento de educar os filhos em casa.  Ou de colaborar e exercer um olhar crítico sobre a escola. Quem definiu que é importante estudar o que estudamos e da forma que estudamos?

Olhando para tudo isso, realmente concluímos, nesse texto brilhante, que há algo grandioso acontecendo no mundo. O que mais você vem percebendo de mudança?

Lei a íntegra do texto do Gustavo aqui.

Abraço grande,

Sempre avanti! Che questo è lá cosa piú importante!

Juliano Pozati


Em vídeo: Você consegue perceber que o mundo está mudando? O que falta para atingirmos essa nova civilização?

PARA ALUNOS:
Assista à aula do Gustavo Tanaka no Círculo com este tema: “Há algo de grandioso acontecendo no mundo”

Respostas