Noosfera – A energia de cada um de nós

A terminologia “noosfera” foi criada pelo filósofo francês “Pierre Teilhard de Chardin”, padre, cientista e filósofo, na década de quarenta. Para o cientista Chardin, noosfera desempenhava um sentido mais espiritual. Ele acreditava na ascensão e no progresso espiritual do homem em direção ao “ponto ômega” ou semelhança com Deus.

A partir de então, o conceito de noosfera foi revisto e consequentemente sendo previsto como o próximo degrau evolutivo de nosso mundo, após sua passagem pelas posteriores transformações de geosfera, biosfera, “tecnosfera” (temporária e em andamento) e, então, a noosfera.

O conceito noosfera visto a partir de uma visão espiritual, reencarnacionista e energética, e somado aos conhecimentos sobre bioenergia, fluidoterapia (passes), bases-paixões (base inicial da personalidade) e o magnetismo animal, proporcionará uma nova cognição humana, em que obteremos mais e mais conhecimentos sobre nós mesmos e todos que nos rodeiam.

Os vários ramos da ciência moderna já mostram o entendimento de que cada um cria a sua realidade quando reconhece, por exemplo, que para este doente tal medicação é mais eficaz que outra; que com os pensamentos interferimos no comportamento das subpartículas atômicas; que nossas emoções determinam a produção de “químicas” celulares correspondentes, o que puxa comportamentos específicos.

A ENERGIA DE CADA UM DE NÓS

Os diversos níveis da atmosfera pessoal habitam mundos diferentes. Esses mundos são constituídos inicialmente pela influência de nossa essência de inteligência eterna, o nosso espírito. Já sabemos sobre a composição dos corpos astrais, como vocês têm acompanhado nos artigos escritos pela Iasmine, aqui no Círculo. Sendo assim, compondo os nossos mundos internos, temos o perispírito, que seria a junção dos seguintes corpos: búdico, mental superior, mental inferior, corpo astral e duplo etérico, o espírito (corpo átmico ou Divino) e, por último, o corpo físico.

A “energia” em si não tem cheiro, não faz barulho e para a grande maioria das pessoas não é vista, mas é sentida e provoca mal-estar ou ao contrário, sensações agradabilíssimas. Allan Kardec, em O Livro dos Espíritos (76ª Ed FEB – 1995), na questão 555 fala sobre esse magnetismo:

“O espiritismo e o magnetismo nos dão a chave de uma imensidade de fenômenos sobre os quais a ignorância teceu um sem número de fábulas, em que os fatos se apresentam exagerados pela imaginação. O conhecimento lúcido dessas duas ciências que, a bem dizer, formam uma única, mostrando a realidade das coisas e suas verdadeiras causas…”

Todo processo energético se inicia no corpo modelador biológico (perispírito). É a partir dele que se evidencia nossa matriz energética. Porém, cada um de nós tem, primeiramente, uma individualidade de “energia de essência” (espírito) do nosso princípio inteligente. Posteriormente, essa energia é metamorfoseada por meio de nossas variadas migrações terrenas (reencarnações), em grupos de inteligência (personalidades) diferenciados e em épocas diferentes.

NOSSOS CORPOS SÃO CANAIS TRANSMISSORES DE ENERGIA

Os nossos sentimentos e pensamentos, as nossas mãos, peles em livre expressão, estão sempre doando e recebendo pura energia, mesmo estando inconscientes disso! É assim que subimos degraus evolucionais e cumprimos algumas leis cósmicas que regem, especialmente, a nossa evolução espiritual, mental e física.

Na Terra existe uma “atmosfera” energética, uma dimensão formada pelas irradiações de pensamentos e sentimentos de toda humanidade, formando assim uma espécie de “aura planetária”. Pela atual condição dos homens e emissões constantes de ódio, violência, medo, enfim, de energias negativas, o planeta vibra nessa sintonia.

GNI – GRUPOS NATURAIS DE INTELIGÊNCIAS

Já sabemos que cada um de nós emana energia e hoje em dia os fatores energéticos têm influenciado muito mais em nossas enfermidades psíquicas e de efeitos corporais do que na antiguidade.

Baseando-nos em muitos outros conhecimentos, mas principalmente no “magnetismo” e no ser espiritual, podemos afirmar que nossos pensamentos têm influências nos campos de energia que, por sua vez, atuam no corpo e na saúde. É possível ressignificar nossa vida e ajustar nossa saúde. Veja abaixo os campos energéticos existentes contidos nos GNI’s – Grupo Natural de Inteligência. Cada grupo de inteligência tem enfermidades que são nada mais, nada menos que a somatização do desequilíbrio energético inerente apenas a ele próprio (grupo de inteligência).

Ativo: fazedores, neutros e intimidadores.

Racional: otimistas, continuadores e distantes.

Emocional: diferentes, futuristas e disponíveis.

Importa cuidarmos dos nossos pensamentos e sentimentos, mantendo-os sempre positivos e saudáveis para irradiarmos somente energias positivas, boas, de alta qualidade, propagando o bem e espalhando a luz no planeta. Quando vibramos positivamente captaremos e ancoraremos altas e elevadas frequências no planeta, mantendo a luz do alto sempre presente em toda Terra.

Respostas