O que devo fazer para ser uma pessoa sábia?

pessoa sábia

A posse da informação não nos torna pessoas sábias automaticamente. É preciso filosofia.

Quando falamos sobre sermos pessoas sábias, em geral, confundimos alguns conceitos. Achamos que é posse da informação, justamente porque a nossa meta é a sabedoria. Mas, ser sábio vai muito além do conhecimento, é preciso transformá-lo em atitudes na vida.

Por isso, vamos olhar para três definições que nos ajudam a integrar conceitos: Inteligência, Filosofia e Sabedoria:

  • INTELIGÊNCIA

    (palavra do latim, que vem de intellegentia, que significa “capacidade de entender”, de intelligere, formada por inter-: “entre” e legere: “escolher”). É o exercício da razão que, para a escola pitagórica, vinha do número três, para estabelecer comparativos entre AxBxC. A unidade que habita a dualidade da matéria na pirâmide pitagórica. A razão só acontece quando a centelha divina habita a dualidade da matéria e você consegue comparar e escolher. Ou seja, a liberdade de escolha, de pensamento.

  • FILOSOFIA

    (do latim: philosophia, que significa “amor ao conhecimento”). O filósofo está no meio do caminho entre a razão e a sabedoria. Temos o ser inteligente, o filósofo e o sábio. O primeiro cara que falou em filosofia foi Pitágoras. Mas quando diziam que ele era um sábio, ele respondia que apenas estava buscando a sabedoria, buscando o exercício das virtudes, e traduzir valores em ações na vida. Ele dizia que a única diferença é que era amigo do conhecimento. Filosofia é um amor que constrói relacionamento com o conhecimento para se mover da inteligência racional para a sabedoria.

  • SABEDORIA

    (do latim sapere, que significa “saber” ou “sentir”). A sabedoria está para muito além do conhecimento. É um estado em que se vive o conhecimento e não apenas a tem a título de escolha. O conhecimento se transforma em virtude em mim, com valores que colaboram para o bem que eu sou capaz de dar razão e expressão. Quando o conhecimento não é mais apenas uma análise ou racionalidade, mas algo que eu sei dentro de mim e transporto para a vida, estou acessando a sabedoria.

Portanto, a posse da informação não nos torna pessoas sábias automaticamente. É preciso que cada um de nós se torne filósofos, amigos do conhecimento. Assim, vamos entender o fluxo conhecimento, movimento e transformação.

Senão, o conhecimento não vira verdade em nós, nem atitude em prol do bem.

Abraço grande,

Sempre avanti! Che questo è lá cosa piú importante!

Juliano Pozati


Você também pode ver e ouvir esse papo em vídeo em uma das lives diárias das 11:11 com o Juliano.

Respostas