Poeta e Skatista ao mesmo tempo (Reunião 5)

Participantes: Juliano, Iasmine e Priscila
Data: 28 de setembro de 2017

COMUNICAÇÕES

Juliano: Já estou vendo a mão dela sobre a prancheta.
Iasmine: Vi também.
Juliano: É demais, né! É ela, sim.

[A prancheta começa desenhando o Círculo.]

Juliano: Confirmo o que foi dito na semana passada. A prancheta está andando suavemente com a Iasmine aqui. Falaram que seu ectoplasma era do bão. E aí minha querida, tudo certo?
Élida: Saudações a todos! Estou tão empolgada por estarem reunidos em tão íntima comunhão.
Juliano: Você está aqui diretamente atuando ou está utilizando alguém para falar? Quem você está usando para falar hoje?

[A prancheta escreve Otto na mesa e aponta cada integrante da mesa (um sinal combinado para quando os espíritos querem cumprimentar um a um)]

Juliano: Otto, boa noite também! O Otto é um espírito que media às vezes quando a Élida não pode estar presente. E ele atua lá em BH também. Élida, porque você não pode estar aqui conosco hoje?
Élida: Em missão em Eldorado*. Fiquem na luz do nosso Mestre. Saudações.


Olívia: Olá queridos, que bela reunião de luz!
Juliano: É a Olívia? Como é que está? A Iasmine está fazendo um bom trabalho?
Olívia: Sim. É uma flor.
Iasmine: Olívia, foi você quem eu vi no meu sonho?
Olívia: Sim.
Juliano: Ela e o Joseph que foram lá no seu sonho.
Iasmine: Obrigada por terem se apresentado no sonho. Eu pedi isso.
Juliano: Olívia, hoje foi tudo bem com o Nasa? Precisa ser corrigido algo que ele falou? Está tudo tranquilo?
Olívia: Só o trecho indicado.
Juliano: Eu sei exatamente do que ela está falando. Engraçado é que eu tive a indicação na hora. Isso eu corto do vídeo final da aula.
Priscila: Gostaria de saber se o Wagner Borges é a pessoa indicada a participar neste momento do Círculo.
Olívia: Esperem que ele responderá em breve. Estamos no comando desta situação. Não tardaremos.
Iasmine: Olívia, o Nilton – sobre Filosofia – a gente deve seguir o contato com ele?
Olívia: Sim. E a sua participação será para ele um marco divisor de águas.

Juliano: Vai despertar nele alguma coisa, certo, Olívia? Nós vamos mexer com quem é aluno e com quem é tutor. Já projetamos nesse momento, sobre ele e o Wagner, toda a inspiração e as vibrações do coração do nosso Mestre. Nós projetamos sobre o Wagner Borges, sobre o seu cachorro que ele ama tanto, o Rama, e sobre o Nilton. Projetamos as luzes douradas que emanam do coração do nosso Mestre Jesus para todo o planeta. A filha e esposa do Nilton. Projetamos este amor incondicional e transformador, divisor de águas. Nós pedimos e projetamos que todo o conteúdo de ambos seja desde já envolvido, conectado, linkado por essa força transformadora do amor. Que sejam inspirados, atraídos com o seu perfume para o Círculo. E que suas palavras não sejam suas, mas sejam a tradução do influxo do amor do mestre Yasha-Mil e toda a sua operação hiperfísica que nos dá suporte. Assim também projetamos esse amor sobre o Fábio, sobre o Euvaldo, sobre a Gilda e ainda sobre os amigos que gravaremos em Outubro em Curitiba. O Oduvaldo, Guilherme, Marcos e o Zé de Araújo. Vamos também projetar toda essa energia dessa fonte quase que inesgotável de amor que é o coração do Mestre. Pedimos a sua irradiação e sua luz sobre todos os membros do Círculo, sobre cada pessoa que, seduzida pela proposta da espiritualidade, se colocou na frente de um computador e deixou que as palavras escritas dentro do site ressonassem dentro de si. Sobre cada pessoa que já aceitou fazer parte, sobre todas aquelas que ainda aceitarão. Sobre todas aquelas que estão neste momento sendo encaminhadas, nós projetamos a luz do nosso mestre onde quer que elas estejam agora. Nos apartamentos, nas casas, nas chácaras, nos sítios, nos ambientes de trabalho, nas pessoas que ainda estão no trânsito. Naquelas que estão viajando, naquelas que estão fora do Brasil, naquelas que agora estão voando. Sobre aquelas que estão começando o dia, do outro lado do globo, sobre todas as pessoas que virão à se juntar ao Círculo, nós projetamos o amor, direcionamos o amor e as luzes douradas do coração do nosso Mestre. Sobre todos os membros que virão ao Círculo por conta de enfermidades… estou vendo nitidamente uma mulher que tem algum tipo de problema de locomoção, parece um problema de pele na qual ela não consegue se mexer, meio atrofiada… Praticamente vendo a palavra que começa com H… Hemorragias abdominais… Nós projetamos sobre essa senhora um influxo de luzes hiperfísicas pedindo que ela nos encontre e seja já acariciada por este trabalho. Tem um exercício que está faltando de Harmonização do corpo todo para Cura, precisamos gravá-lo. Essas pessoas vão entrar e vão precisar ter este exercício lá.
Me veio o Patrick com indisposição estomacal por conta de estresse, ansioso por conta de trabalho. Projetamos sobre ele luzes curadoras. Luzes douradas do coração de Jesus, luzes que curam, que restauram, que aliviam.


Juliano: General, há quanto tempo! General, que o Patrick se sinta visitado e aliviado.
Iasmine: Algum membro – Cláudia – também está precisando de energização.

[Juliano faz a energização sobre a Cláudia]

Juliano: Estou vendo claramente uma base hiperfísica que já visitei num dos processos de regressão. Consigo sentir certinho um quadradinho no canto esquerdo na minha testa, só que tem muito mais gente nessa base do que nas outras vezes que eu a vi. Isso aqui está parecendo uma festa de tanta gente andando de um lado para o outro. Está todo mundo reunido em torno de uma mesa que tem uma espécie de projeção holográfica do globo e toda hora eles começam a traçar pontos de conexão, são os novos membros que estão chegando. É como se eles estivessem operando linhas de sincronicidade.

Espírito: Desta estação é que vem as táticas de comunicação empregadas na realidade física em estado de sintonia como agora vocês estão. Será possível não apenas sintonizar os planos, como participar de sua elaboração. Esta base é a verdadeira sede do Círculo.


Wilson das Neves: Amigos, vão me desculpar o mau jeito de ir assim chegando direto à reunião, mas preciso lhes pedir que confortem meu afilhado Guilherme. Estou tão feliz que poderia escrever mil sambas para dizer da beleza que meus olhos agora contemplam. Que privilégio poder lhes tocar a alma com essas singelas palavras que rabisco nesta mesa, e olha que nunca me aventurei a ser poeta e skatista ao mesmo tempo.[risos]
Priscila: Ô, Sorte!
Juliano: Sr. Wilson, que prazer em conhecê-lo! Muito obrigado pela sua presença. Nós vamos fazer o possível para levar seu conforto ao Guilherme, pode deixar. Pensei nele ainda hoje à tarde e no tal preto velho para quem ele bota aquela cachaça lá no escritório dele.
Wilson das Neves: Ele já embebedou o santo! Isso sem falar na fumaceira!
Juliano: Sr. Wilson, como é que senhor vê a prancheta daí do lugar onde está? Como o senhor faz para escrever sobre ela? O senhor vê a prancheta, está usando isso?
Wilson das Neves: A prancheta aqui tem uns fios de vidro pelos quais nós interferimos pela vontade do nosso pensar. Não sei bem como esse treco opera, mas é muito divertido. Saravá!


Juliano: Queria ver se a irmã Catarina pode nos visitar de novo, se ela poderia falar conosco neste momento. Ou senão, para quem de vocês da nossa egrégora que estiver aqui… se é certa aquela intuição… sobre algum dos membros saberem de que vocês vão suscitar neles indicação, ou as informações daquela obra social… se é isso que nós devemos fazer. Nós devemos anunciar isso no espaço de Transformação? Anunciamos isso na semana que vem, como obra? É isso que devemos fazer? Ou a Irmã Catarina ainda vai conseguir trazer mais informações?
Espírito: Lancem a informação no site e aguardem. Vocês irão contemplar a dinâmica inter-realidades acontecer diante de vocês.


Sentindo a presença do Mestre!

Juliano: Vejo uma espécie de globo, como uma bola de sabão gigante, pairando sobre nosso escritório e dentro dessa bolha tem como que bilhões de palavras flutuando dentro dela. E aqueles fios que estavam na nossa cabeça na reunião passada, alguns fios conectados nessa bolha. É como se fosse um investimento do mestre no grupo. É como se fosse uma espécie de enciclopédia web preparada para o projeto. Uma “mestrepidia”! Quando faltar, busca aqui que vai estar. Eu sinto meu coração como na palma da mão de uma pessoa, mas não está doendo. Eu consigo sentir todo o contorno dele.

COMENTÁRIOS

Eldorado é o nome de uma cidade astral dedicada principalmente ao autoconhecimento e aos trabalhos de comunicação e divulgação. Seu nome surgiu pela primeira vez na reunião com o grupo de Belo Horizonte. Fomos informados depois que lá preparamos, entre vidas, os planos para realização do Círculo.

Artigos relacionados

Respostas

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *