Slides

Clique aqui para fazer o download dos slides da Introdução e da primeira aula do módulo.

Material de Apoio

O material de apoio para discussão nos Pequenos Círculos agora passa a estar disponível logo abaixo. Curtiu? Deixa seu feedback nos comentários.

Áudio

Ouça o áudio desta aula.
Clique aqui.

Material Complementar da Aula

Apocalipse e o livro da Bíblia

Sobre a Tradição Oral, Escrita e os bastidores da Bíblia

Apocalipse e o livro da Bíblia

Pra começarmos a estudar o tão falado livro Apocalipse, a primeira dica que a gente traz é desmistificar o conceito da Bíblia. Passamos anos sofrendo a manipulação ideológica e conceitual da igreja (e aqui não vamos especificar) sobre o que estava nos escritos sagrados. Agora, vivemos um novo momento e temos a possibilidade de tirarmos as nossas próprias conclusões, de interpretarmos por nós mesmos o que diz o livro, livre de preconceitos. A Bíblia traz sim muita coisa importante e muitas falas sobre o processo não só mediúnico, como também de transição planetária. Há ainda a possibilidade de encarar todo o conhecimento que vamos acessar sob um novo viés. Sem o peso dado a ele pelas instituições religiosas, mas sim, como um profundo livro de estudos.

Jesus não escreveu nenhuma linha da Bíblia. Foram as pessoas que conviveram (ou não) com ele que pregaram esse conhecimento por escrito. Ele ensinava através da tradição oral, muito comum também no oriente. O reiki, por exemplo, é uma terapia em que os ensinamentos são passados pelos mestres aos aprendizes através da oralidade. O que queremos dizer aqui é que não há problemas em transmitir de forma oral os conhecimentos adquiridos.

Como foi escrita a Bíblia?

Como falamos, Jesus não deixou nada escrito antes de desencarnar e seus discípulos assim seguiram por mais 30, 40 anos… Só algum tempo depois, é que os apóstolos começam a escrever e dando início a tradição escrita. Paulo é o precursor desse movimento escrevendo as cartas, que já eram interpretações e deduções dos ensinamentos orais de Jesus.

Fato é que nas pregações, os apóstolos começavam falando sobre a ressurreição do Cristo e de como, por meio de um processo de renovação individual (seria a reforma íntima?), cada uma das pessoas também poderia viver esse êxito. Mas em algum momento isso não foi mais suficiente.

Alguns questionamentos foram levantados a respeito dessa história. Quem foi esse cara em vida? Ele superou a morte? De que forma? De onde ele veio, como ele nasceu?

As comunidades sentiram a necessidade de manter alguns registros da vida de Jesus e iniciaram a escrita dos evangelhos a partir da Paixão de Cristo e da Sua ressurreição. Depois escrevem o meio dos evangelhos Contaram a pregação, os milagres, descrevem em si a sua história que hoje conhecemos.

Ou seja, os evangelhos foram escritos de trás pra frente, de acordo com a necessidade de cada comunidade. De acordo com cada informação desejada.

O Concílio de Hipona, realizado em 395 d.C. estabeleceu os livros que entraram na Bíblia, através do período histórico que eles foram escritos. O que dá uma certa credibilidade ao que foi trazido para a Bíblia.

Pra você entender, tudo o que foi escrito até o ano 100 d.C., por exemplo, tinha a chancela dos apóstolos. Das testemunhas oculares do ministério de Jesus. Já as cartas e evangelhos apócrifos foram escritos nos anos 300, 400, muito tempo depois.

O que podemos escrever com precisão sobre eventos que ocorrem em 1700, por exemplo? Entendem onde queremos chegar?

Emmanuel, um dos guias espirituais de Chico Xavier.

Podemos confiar no Apocalipse apresentado na Bíblia?

Como já sabemos, Jesus não escreveu uma só linha da Bíblia, mas, de acordo com os estudos, Jesus, após desencarnado, vai falar com a humanidade através da mediunidade de João ditando muito (ou quase tudo) do que está presente no Apocalipse.

O Apocalipse é um livro que se destaca de todos os outros a) porque ele não é uma carta; b) não é um registro histórico da vida do Cristo; c) ele é fruto da mediunidade de João em contato direto com Jesus ressuscitado.

Agora adicionando a mediunidade de Chico Xavier nesta receita, temos, por exemplo, Emmanuel afirmando que o livro Apocalipse é obra mediúnica do apóstolo João. Quase como se fosse um selo de originalidade.

Como ler o apocalipse?

Se você estava pensando em ler como um romance, pode desistir dessa ideia já! (hehehe). Você precisa entender a função e os símbolos de cada capítulo. Veja:

No capítulo 1 há uma introdução, depois as cartas às igrejas. Do 4 ao 8 começam as primeiras descrições cronológicas, em que se faz um levantamento das obras de Jesus. Já do 9 ao 17 tem-se a ideia de peso, de medida das ações de Jesus. A última fase (18 ao 22) é o momento da divisão, se mede o resultado do mérito, do esforço de cada comunidade. É o momento de tentar entender quem de fato aprendeu e que será arrebatado.

O que são as chaves hermenêuticas?

Chaves hermenêuticas são chaves interpretativas que o Marco Paulo encontrou na obra de Chico Xavier para falar do Apocalipse.

João usa símbolos que codificam o livro. Quando ele é escrito a perseguição ao cristianismo estava acontecendo. Então, era importante que ao começar a leitura do livro, não compreendesse logo de cara o que o texto queria dizer. Para alguém entender a mensagem como um todo, era preciso uma visão mais ampla das coisas.

  • O que é o mar?
  • O que é a besta?
  • O que são as taças?
  • O que serão as trombetas?

Todos esses conceitos foram interpretados por Marco Paulo no livro Apocalipse Segundo o Espiritismo. Cada espírito foi dando, ao longo da obra de Chico Xavier, as dicas para a construção de cada uma dessas interpretações.

E agora?

Boa parte do apocalipse já aconteceu. Nós estamos no último capítulo dessa temporada chamada Mundo de Expiação e Provas. Muita coisa já aconteceu, mas sabemos que alguns eventos ainda estão por vir.

Vale chamar atenção para um ponto: veja o tamanho da presciência de Jesus ao relatar para João o que iria acontecer mais de 2 mil anos depois!

Fim dos tempos não é fim do mundo.

Provocações para o pequeno círculo

  • O que você já leu da Bíblia e como a interpreta?
  • Qual a sua visão sobre o fim dos tempos?
  • O que você compreendeu sobre a Teoria de Presciência?
  • Como você compreende Jesus?

AULA 1 - Apocalipse segundo o Espiritismo

Juliano Pozati

Tá curtindo estudar no Círculo?

O programa continuado de estudos avançados do Círculo visa impulsionar o seu autoconhecimento e autodesenvolvimento com consistência ao longo do tempo, o que no dia-a-dia se traduz em mais serenidade, confiança, autonomia e liberdade.

Abrimos novas turmas sazonalmente. Cadastre-se no Workshop de Cocriação para participar do nosso programa de iniciação.

QUERO ME CADASTRAR

Participe da conversa 9 Comentários

  • Igor Rosa Macedo disse:

    Esta aula esta sem a opção de apenas ouvir, o audio não esta disponível.

    • Alicia Hultmann Ayala disse:

      Oi Igor! Tudo bem? Testei e está funcionando o audio. Você pode checar que as barrinhas do audio dentro do player estão todas verdinhas?
      beijos!

  • gsanches disse:

    Ola! Assisti a aula agora pela segunda vez e algumas perguntas me vem em mente. Sei que preciso estudar muito mais a respeito da Biblia , pois a considero um registro histórico importante, mas, diante das minhas duvidas, talvez me indiquem o melhor caminho para esse estudo:
    – Havia, na época, em que Paulo começou a escrever as cartas, esse contato direto entre os apóstolos, ou essas cartas foram feitas como uma maneira de contacta – los?
    – Quem ficou de posse desses registros e como foi feito esse agrupamento, para a confecção da Bíblia propriamente dita?
    – No Concilio de Hipona, , provavelmente houve manipulação desses textos ou não, eles transcreveram como os originais? O que vocês acreditam?
    – Existe algum registro mediúnico atual, esclarecendo essas mensagens da Biblia, alem das mensagem de Emanuel?
    – Como exatamente foi escrito o Apocalipse? Quantos anos tinha Joao? Ele tinha a consciência que estava recebendo esses relatos do próprio Jesus?
    – Os evangelhos Apócrifos, teoricamente, foram escritos mais ou menos na mesma época do Concilio de Hipona? Voces acreditam que eles possam ter feito parte dos documentos reunidos para a confeccao da biblia, e descartados por serem “fora do convencional “?
    – Do inicio do Concilio de Hipona, ate a versão final da biblia, como a conhecemos hoje, levou se cerca de mil anos? E isso mesmo?
    Voces sabem se existe alguma leitura que eu possa fazer para tirar essas duvidas?

    Eu entendo que as minhas duvidas nao fazem parte do contexto do conhecimento geral que o Juliano quer nos passar, mas acredito ser importante entender as circunstancias dessa fonte de conhecimento que e a Biblia, uma vesz que estamos utilizando – a para entender o momento que estamos passando.
    Desde ja agradeço a compreensão de todos. Abraco

  • andrea disse:

    obrigada, Iasmini!!

  • andrea disse:

    Bom dia, grupo!! gostaria de saber quem ja tem o livro mergulho no hiperespaço se alguem conseguiu comprar e se poderia me indicar onde. Estou entrando agora no círculo ainda estou me adaptando a plataforma.
    Juliano! estou adorando as aulas e estou sentindo muito nao poder estar presente acho que quem nao mora perto da onde tudo acontece perde muito qdo falamos de grupo, de egregora,deenergia. Mas assim que eu voltar ao Brasil pra visitar familiares com certeza quero conhecer todos!!! me identifico muito com o trabalho de vcs e acho de uma grande importancia seu trabalho.

    Grande beijo a todos!!!

    • Andrea, conexão é a palavra-chave… egrégora e energia são não-locais e realmente não dependem de onde estamos para criarmos laços e vibrarmos nessa sintonia. Vou te dar uma dica… busque fazer com frequência os exercícios daqui do Círculo e você vai sentir logo mais sobre o que te falei. 😉

  • n2gelle disse:

    Olá amigos queridos! Juliano, você é MUITO didático! Aula perfeita! Muito obrigada!
    Vamos em frente!
    Abraços!

  • siabate disse:

    Infinitamente grata por acessar esse conteúdo. Caiu uma ficha do tamanho da Ásia ocidental agora kkkkkk E olha que eh só a intro e to lendo o livro pra ontem #babado ?. Arf ?

  • chris.mb disse:

    Já estava com saudades das suas aulas Juliano, excelente. Vou aproveitar estes dias de feriado para ler o livro “Apocalipse segundo o Espiritismo”. Estou prevendo que vou gostar imensamente deste módulo. Também achei muito boa a ideia de disponibilizar um vídeo do Círculo para os não membros. Já enviei para alguns amigos e familiares, tomara que queiram fazer parte do Círculo. Sempre em frente! Abraços.

Deixe seu comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.