Lá se vão quase dois anos que as pessoas me questionam sobre o que é o Círculo pra mim. Talvez essa seja uma das respostas mais difíceis que eu já precisei elaborar na minha vida. Talvez porque o Círculo seja muito mais do que simples palavras possam trazer de significado. Pra começar, posso afirmar que esse texto é escrito em lágrimas. Lágrimas de amor, de gratidão e da certeza de que encontrei o meu lugar, a minha festa estranha com gente esquisita mais amada.

Quando lá trás a espiritualidade indicou que buscasse o Juliano para falarmos sobre atividades profissionais não fazia ideia do tamanho do projeto que estava sendo desenhado. E, para te falar a verdade, acho que nem ele. Lembrando aqui de uma de nossas primeiras reuniões mediúnicas: nem os espíritos sabiam muito bem o que se tornaria aquela singela plataforma de conteúdo por assinatura que lançamos em 1º de setembro de 2017.

Sim, acreditem vocês. Era assim que a gente se definia na época do lançamento. Só que o Círculo, aos poucos, mostrou que é muito mais do que isso; ele extrapola todas as definições possíveis que a gente consegue um dia pensar. Pra mim, ele é puro sentir.

Imaginem vocês, eu era gerente em uma agência de publicidade e trabalhava com um cliente de software de gestão para empresas. Chegou uma hora que as coisas já não se encaixavam mais. Eu tinha começado a estudar psicanálise, estava mais em contato do que nunca com a espiritualidade – minha familia é espírita, então, desde sempre esse assunto me circundou -, e trabalhar naquele modelo já não fazia mais sentido. Sem falar que até o convívio com as pessoas eu questionei. Achava as conversas vazias…. E buscava, ainda que não tivesse plena consciência disso, algo que fizesse diferença, que transformasse. E é nesse contexto que aparece o Círculo, que tinha como “assinatura de marca” (para falar um publicitês aqui) “Conhecimento // Movimento // Transformação”.

Parecia a resposta de uma pergunta que eu nunca tinha me feito, mas ali ele estava. A oportunidade de unir todo o conhecimento de mais de 10 anos de experiência profissional com o assunto que mais me emociona na vida.

Gratidão é o primeiro sentimento quando penso no Círculo. É a casa não física que eu escolhi morar, é a escola sem regras que decidi seguir. E mais, é a família terrena que eu escolhi pra mim, porque foi no Círculo que encontrei (ou reencontrei) verdadeiros irmãos e companheiros dessa jornada rumo a nova era. Pessoas com as quais compartilho uma amizade verdadeira, a união pela causa e as trocas de olhares mais sinceros. É entre essas pessoas que me sinto segura em compartilhar os mais íntimos segredos, dores e angústias, mas é também com essa galera que celebro minhas vitórias e experiencio coisas transcendentais.

Viver o Círculo – e digo viver porque ele é assim, como um organismo vivo – é uma experiência diária de amor, de contato com seres (físicos ou não) que são pura fraternidade. É o respiro fora da atmosfera caótica terrestre. É o acreditar verdadeiramente na nova era. É a esperança que faltava, a chave da transição.

Quando paro para refletir que mundo eu desejo para as próximas gerações muitas dúvidas aparecem, mas uma certeza é constante: se o mundo de regeneração for um “cadim” parecido com o que vivo nessa família já vale a pena; já faz sentido trabalhar pela causa que me escolheu e, ao mesmo tempo, foi escolhida por mim.

Obrigada, Círculo, por toda essa carga de esperança e confiança num mundo bem melhor! É aqui que eu escolhi viver, é aqui que construo a minha história, é aqui que vivo a minha missão.

Iasmine Pereira

Quem escreveu Iasmine Pereira

Jornalista, bruxona e Coordenadora de Comunicação da Pozati Filmes, Iasmine é parte do time do Círculo, uma galera que literalmente "sees dead people".

Mais posts de Iasmine Pereira

Participe da discussão sobre esta aula Um comentário

  • concurseirocorujao disse:

    Iasmine, sensacional !! Transborda uma energia boa, que contagia de imediato ! Simpática ! Adorei te conhecer, privilégio ! Que este projeto e outros futuros continuem sendo abençoados. Muito obrigado !

Faça seu comentário abaixo

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

WhatsApp chat