Sobre o primeiro encontro virtual do Círculo

Saiba o que rolou no “Abre a Roda Morena”, o primeiro encontro virtual do Círculo.

E aí galera!? Tudo bem?

No dia 05 de setembro de 2019 começamos o programa de Encontros Virtuais com o “Abre A Roda Morena”, um ambiente amigo para receber e acolher os novos membros do Círculo. Quero contar um pouco sobre como foi essa experiência a partir da minha perspectiva, já que há algum tempo sabemos da necessidade de alcançar pessoas que estão fisicamente mais longe de São Paulo e muitas vezes não conseguem participar de nossas experiências presenciais.

Fizemos alguns testes ao longo do caminho, no sentido de criarmos Pequenos Círculos, pequenos grupos a partir da base de inscritos na plataforma, mas a realidade é que a sensação de você poder olhar no olho de alguém, de poder saber como é a carinha dela, vê-la sorrindo, reagindo à uma partilha sincera, não tem preço. Vale mais do que cem frases escritas no Whatsapp ou no e-mail.

Pensando nisso, nossa equipe se debruçou sobre esse tema para tentar entender como poderíamos viabilizar a oportunidade de estarmos mais próximos. Foi aí que enxergamos na ferramenta “ZOOM” a possibilidade de esticarmos os braços para mais longe, para que pudéssemos abraçar a todos. Que pudéssemos ter um momento de encontros e reencontros com esta linda família que se chama Círculo e está aumento a cada dia.

Iniciada a reunião, qual não foi nossa surpresa ao pedir que cada um se apresentasse com nome e cidade onde estavam? Esse momento foi emoção pura, pois tínhamos na roda, membros do Japão, Canadá, Santiago do Chile, Minas Gerais, interior de São Paulo, interior do Paraná, Rio Grande do Norte, Ceará, etc.

Tivemos presentes na reunião pessoas que chegaram há um mês, outras que já estão desde o comecinho de tudo isso, pessoas que caminham junto conosco mas que nunca tiveram a oportunidade de dizer, “eu te reconheço”.

Tantos lugares, tantas expectativas, e olhar o sorriso de cada um naquela tela de computador. Todos nós um pouco atrapalhados por estar aprendendo a usar a ferramenta, mas com a sensação de pertencimento, de felicidade! Foi algo que transpareceu a todos nós!

Fui dormir com o coração pleno, com a sensação de que estamos no caminho e quando acordo me deparo com a mensagem de nossa querida Joyce, que nos acompanhou lá do Japão:

“Eu amei, apaixonada por tudo isso!!!
Me sentindo mais perto, mais próxima, mais incluída, mais viva!
Obrigado por essa oportunidade!!!
Gratidão, que tudo evolua cada vez mais!!!”

Depois dessa mensagem não preciso dizer mais nada (risos). Como diz o nosso General: Estou emocionalmente satisfeita!

Então fica aqui o convite para quem não conseguiu participar que venha, que esteja conosco, vamos ampliar esses sentimentos e essa sensação de comunidade, de pertencimento.

Quero deixar aqui o agradecimento de toda nossa equipe aos que participaram e nos deram a oportunidade de nos conectar tecnologicamente e criar laços emocionais gerados por essa experiência.

“Eu aprendi que as pessoas vão esquecer o que você disse, as vezes as pessoas vão esquecer o que você fez, mas as pessoas nunca esquecerão como você as fez sentir.” Maya Angelou

Artigos relacionados

Respostas

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *