foi adicionado ao seu carrinho de compras.

Carrinho

Uma mensagem muito especial interceptada diretamente do ano de 2057.
Super dica! Melhore ainda mais a sua experiência com o texto abaixo apertando o play nesta música antes de começar a ler.

Uma mensagem de 2057

John Ottman para o filme X-Men: Days Of Future Past

Assunto da mensagem: Lembra do dia da Data Limite?
De: Juliano Pozati
Para: Gustavo Tanaka
Data: 20 de julho de 2057 – 22h57

Fala Guuuu,
Tudo bem cara?

Tá! Tá! Tá! Eu já sei que você vai falar que eu estou meio vintage por te escrever um e-mail em pleno ano de 2057, quando poderíamos fazer uma conferência em holografia sólida por 7D. Mas é que me peguei lendo um dos teus primeiros artigos, aquele Há algo de grandioso acontecendo no mundo e me bateu uma saudade danada de gastar a minha gramática te escrevendo um bom e velho texto, como antigamente.

Velhos tempos… Sempre me disseram que o tempo voa. Mas a gente não dá muita bola pra esses ditados populares quando é jovem. Só quando a sabedoria da maturidade habita em nós é que conseguimos reconhecê-la na simplicidade que nos cerca. Hoje, do alto dos meus 74 anos, consigo acessar um pouco mais dessa verdade.

Cara, você acredita que 38 anos se passaram daquele dia que, no início dos anos 2.000, chamávamos de Data Limite segundo Chico Xavier? Que loucura isso! A data quase me passou batido. Nós estivemos agitados com mil providências (como sempre) pois inauguramos um novo espaço de terapias cósmicas na sede de campo do Círculo, aqui em Jundiaí. Como a técnica nos foi transmitida em processos co-criativos que realizamos com os seres semi materializados em nossa sala experimental de efeitos físicos, batizamos o novo espaço terapêutico de “Ciranda HarMônica de Medeiros” (lembra dela? – risos) Todos fizemos muita questão de homenagear essa grande pioneira ainda encarnada. Minha mana velhinha chegou a casa dos 100 esse ano: firme, forte e da pá virada como sempre! hahaha Foi um momento incrível! Reunimos 2.000 membros do Círculo em nosso espaço de convenções aqui aos pés da Serra do Japi, numa sintonia intimista maravilhosa, ao som dos nossos músicos, com uma participação pra lá de especial: a própria Margarete Áquila cantando o clássico Fantasma da Ópera. Dá pra imaginar?

Mas mesmo em meio a todo esse agito por aqui, eu e a Priscila nos lembramos com saudade do Encontro da Data Limite quando você me deixou aquela mensagem de video perguntando como estava o Dr. Sérgio Felipe de Oliveira

Olha Gu, esse é um capítulo a parte!

Vou te dizer: tive o privilégio de viver um momento ímpar ao lado desse grande amigo e companheiro de ideal no mês passado. Depois que ele recebeu o Prêmio Nobel por todos os desdobramentos revolucionários que a pesquisa sobre os aspectos orgânicos e psíquicos da mediunidade humana causaram na abordagem médica do nosso século e também das descobertas recentes da Pinealogia (campo por ele fundado e desbravado), achávamos que, ao menos nesta encarnação, não teríamos mais grandes emoções que pudessem superar o que sentimos naqueles dias. Erramos feio. Que fantástico foi assistir o Dr. Sérgio, do alto dos seus 92 anos de idade, esbanjando lucidez e bom humor no palco do XXI Congresso Internacional de Medicina Espiritual, realizado pela OMS, em Nova Iorque. Poucas vezes eu e Pietro o vimos tão emocionado e tomado por tantos médicos do mundo espiritual. Me pareceu mesmo que as diversas correntes médicas agradeciam, por meio de sua voz, os esforços dos cientistas humanos em compreender e integrar a dimensão espiritual no cotidiano da promoção global de saúde e bem estar do planeta Terra. Em pensar que aqueles a quem chamávamos países emergentes foram os primeiros a deixar a emergência espiritual transformar a medicina, socorrendo os ambientes de maior calamidade e transformando comunidades com ajuda da tecnologia e da espiritualidade.

Cara, esse é um novo mundo Gu! É tipo o que o Roberto Caruso comentou outro dia, brincando como sempre: hoje até a garotada nasce verde! A neta dele é uma dessas crianças com memória latente de propósitos pré-reencarnatórios. Ela já tem noções muito amplas de direito e desenvolvimento da comunidade dos animais terrícolas. É uma loucura ver a baixinha discursando aqui nos congressos do Círculo. E ela não está só Gu. Soubemos de uma pesquisa recente (de 2056 ou 2055, não me lembro agora) que 28% das crianças hoje se declaram vegetarianas com idade entre 3 e 6 anos! O dobro do percentual da população brasileira de vegetarianos em 2019. O que não foi transformado pela adesão filosófica na Terra, foi impulsionado a partir do plano espiritual. Hoje, já encarnam regenerados os herdeiros do Mundo de Regeneração!

Aliás, por falar em regeneração, quem não cansa de me surpreender é o Robson Pinheiro. Lembra dele? Ele também esteve conosco no Encontro da Data Limite em 2019. Depois de ter fundado uma célula do Colegiado de Guardiões da Humanidade nos Emirados Árabes (pasme!), o danado escapou para a República Democrática do Congo na África Central e (pasme novamente!), os Guardiões estão financiando a construção de mais de 20 Torres de Tesla no interior do país. Me lembro que o acesso universal a serviços energéticos confiáveis era um dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS), estabelecidos pela ONU com a intenção de serem alcançados até 2030. Mas nem tudo correu como esperado e não fosse a atuação da iniciativa privada de expressão espiritual, como no caso do Robson, a meta do programa teria “ficado no escuro”. Quando estive em Nova Iorque com o Dr. Sérgio, no início agora de 2057, nos informaram, no escritório das Nações Unidas, que o esforço dos Guardiões da Humanidade erradica de uma vez a exclusão elétrica no planeta Terra. As últimas comunidades agrícolas que ainda não tinham energia gratuita no coração da África finalmente puderam ver a luz de João de Aruanda pela primeira vez.

De todas as fantásticas realidades que temos visto a nossa civilização inaugurar, a que mais me fez lembrar de nosso encontro no ano de 2019 foi a notícia que acabo de receber. Liguei para o Geraldinho Lemos quando soube, porque tinha certeza de que ele ficaria emocionado ao ouvir isso. Os engenheiros do consórcio de pesquisa e desenvolvimento formado pela joint venture entre Samsung e LG “acidentalmente” receberam as primeiras imagens do que parece ser o plano espiritual da Terra. A coisa toda parece ser fruto de uma complicada combinação de fatores. Eles pesquisavam um plasma sutil para aplicação nos painéis de vidro interativo que estão agora por toda parte. Quando os nanoprocessadores de imagem foram ligados em rede em circuitos de germânio, aconteceu o que se pensava ser uma interferência anômala. A tela foi ganhando cores e contornos cada vez mais nítidos, até que a tal “interferência” se apresentou: era a mãe desencarnada de um dos cientistas, quase gritando para que ele não desligasse a tela plasmática ao reconhecê-la. Estava visivelmente rejuvenescida, envolta em uma atmosfera de luz e cor que a nossa melhor tecnologia de imagem ainda não é capaz de traduzir com perfeição. As corporações não conseguiram conter nos laboratórios o feito. Depois de uma semana de intenso intercâmbio audiovisual com essa hiperdimensão, os próprios cientistas começaram a espalhar a notícia que está sacudindo as estruturas do nosso mundo, de uma vez por todas. Utilizando impressoras moleculares 5D de última geração, outros grupos estão rapidamente reproduzindo os circuitos em diversas partes do mundo e alcançando os mesmos resultados. É a nova febre global nos laboratórios, ao melhor estilo das mesas girantes do bom e velho Kardec.

Vendo tudo isso eu penso comigo: que bom que fomos capazes de perceber a tempo que a inauguração de um novo mundo dependia da renovação de nosso estado mental, da revisão de nossos processos educacionais, de nossa forma de produzir e comercializar com responsabilidade, ética e empatia! Que bom que o contribucionismo instalou no seio de nossa sociedade um senso de pertencimento e propósito, que as comunidades descobriram como ser mais responsáveis e eficientes, com meios de transporte público e compartilhado impulsionados pelo sol. Que bom que finalmente nossas impressoras 3D domésticas passaram a utilizar o lixo como fonte de matéria granulada, e assim pudemos resolver o maior passivo ambiental de nossa civilização. Que bom que tudo se transforma! Tudo se faz novo! Eu penso que tudo isso nos permitiu chegar até aqui e finalmente conquistar os méritos necessários para enfim desbravar horizontes transcendentais que se estendem por outras dimensões da realidade e da vida!

Gu, quando penso que os meus 74 anos já viram tudo, volto ao bom e velho Chico Xavier e me pergunto: que outras maravilhas a sua obra colossal escondeu nas linhas humildes de suas páginas, e que ainda terei o privilégio de testemunhar a realização?

Eu ainda morro… renasço… e sinto que não darei conta do legado deste homem!

Fique em paz e harmonia amigo, quando retornar de sua aventura lunar, passe na Sede do Círculo para dividir conosco os sabores de sua primeira excursão interplanetária.

Abraço grande,
Sempre avanti! Che questo è lá cosa piú importante!

Juliano Pozati

Sobre este texto

O texto acima é um cenário futuro desenhado através da técnica de prospectiva estratégica. O modelo é utilizado por agências de inteligência em todo mundo, e ajuda especialistas em planejamento estratégico a “imaginar futuros possíveis” para tomar melhores decisões no presente.

Você também pode imaginar o futuro conosco. Participe do Encontro da Data Limite segundo Chico Xavier e comece a desenhar mentalmente o mundo de regeneração. Clique e saiba mais.

Juliano Pozati

Quem escreveu Juliano Pozati

JULIANO POZATI É ESCRITOR, DOCUMENTARISTA E ENTUSIASTA DE NOVAS IDEIAS QUE INSPIREM A SUPERAÇÃO DE PARADIGMAS OBSOLETOS NAS ÁREAS DE CIÊNCIA, FILOSOFIA, ESPIRITUALIDADE E EXOCONSCIÊNCIA.

Mais posts de Juliano Pozati

Participe da discussão sobre esta aula 31 Comentários

  • Monica Saldanha disse:

    Impossível não se emocionar! Fiquei imaginando como seria esta conversa do nosso futuro com nosso presente, seria uma troca maravilhosa. Sou nova por aqui, começando a ver e ler estes textos incríveis. Obrigada Círculo, este é um presente do nosso futuro!

  • Paz a todos.
    Tenho disponibilidade para interagir e trabalhar nessa abençoada seara cristã.
    Sou compositor musical e apresento criatividade para desenvolvimento de temas idealizados afins, além de relacionamentos institucionais apreciáveis.
    Editei para veiculação gratuita a obra literária “Um Movimento Cristão pela Reforma Moral da Humanidade” em e-book no site http://www.respeitoaoproximo.org
    Sapp: (62) 9.8340.7770
    Espero ser útil e aguardo com carinho manifestações, ainda que sejam em desfavor da minha expectativa.
    Grato.
    Adenir de Jesus.

  • mariah disse:

    assisti um vídeo seu ontem pela primeira vez e como gostei da sua abordagem fui pesquisar mais e foi entao que consegui ja quase no final assistir ao vivo o encontro da data limite. Que presente Juliano. emocionada e desejosa de saber mais sobre o circulo hj pesquisando mais cheguei aqui nessa página que nao poderia passar sem lhe abraçar.
    entao … sinta meu abraço agora…

    Bom, eu estarei com 105 anos e de onde quer que esteja vou lembrar com saudades da data limite com orgulho em partipar on-line mas as possibilidades de estar fisicamente presente nos eventos da 2057 será grande pois meu DNA é longivo com muitos tios centenário na família e prometi bater o record de uma tia que viveu 111 anos

    moro em Fortaleza e desejo saber se existe grupo do círculo presencial aqui.

    É bonito ver” gente que faz” e eu fico em êxtase e abençoada por ter chegado nessa trilha ( nesse círculo) a essas altura de minha existência.

    EM AMOR.

    Mariah.

    • Michelle disse:

      Lindo lindo e lindo
      O que faz lutar e sonhar são por dias melhores, se não agora pra nós que sejam para os descendentes. Eu acredito e confio, e você e essa turma são danadas de boa para transmitir esperança e comprometimento pro futuro de cada um!!
      Obrigada a ti, a Mônica e a cada um que luta de sua maneira pela fraternidade

Faça seu comentário abaixo!

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.